Covid-19 e Telemedicina: um caminho seguro para pacientes e clínicas
01/12/2021
Descubra como um sistema integrado de gestão pode auxiliar no funcionamento de unidades oftalmológicas
04/20/2021

Software para gestão de laboratórios: local ou em nuvem, qual a melhor opção?

Software de gestão de laboratórios: nuvem ou local

Os softwares de gestão laboratorial têm sido aprimorados regularmente, trazendo mais eficiência operacional, qualidade e segurança. Tornando-se assim, a ferramenta certa para otimizar os processos e conseguir se destacar no meio empresarial.

Para que cumpra suas funções, o software deve atender às necessidades e às demandas laboratoriais, abrangendo os principais pontos da administração, trazendo mais assertividade e reforço na inteligência do negócio.

Na hora da implementação, é importante estudar quais são os tipos e como funcionam, para que sua escolha seja mais adequada. Uma dúvida frequente que acomete muitos gestores laboratoriais na tomada de decisão é: devo escolher um software local ou em nuvem?

Por conta disso, vamos falar o que se deve analisar na hora de adotar essa tecnologia.

Como escolher a melhor opção de software?

O software local, como o próprio nome já diz, é instalado localmente, ou seja, utiliza as ferramentas hardware e servidores da sua própria instituição e todo o suporte vem de uma equipe de TI contratada pela empresa.

Já o software na nuvem, é oferecido por meio de um serviço de assinatura, pode ser acessado de qualquer lugar, (basta ter acesso à internet) e todo o suporte vem do fornecedor.

Para você saber todos os detalhes, fizemos um comparativo com vantagens e desvantagens:

 

Software na nuvem:

Vantagens:

  1. Acessibilidade: pode ser acessado de qualquer lugar e a qualquer hora, basta ter acesso à internet;
  2. Praticidade: as atualizações, backups e suporte são serviços já inclusos na mensalidade. Isso pode significar também a redução da necessidade de equipe de TI, já que os servidores dos sistemas médicos são baseados em nuvem e são mantidos fora do consultório.
  3. Custo x benefício:  custos previsíveis e menor investimento inicial. A compra da licença de um software local costuma exigir inicialmente um investimento alto, já softwares na nuvem, você paga um valor mensal condizente com as funcionalidades e capacidade de armazenamento contratadas.
  4. Escalabilidade: softwares locais costumam ter um limite de armazenamento de dados, sendo necessário fazer um upgrade de hardware, o que gera novos custos. Softwares na nuvem são mais flexíveis, pois oferecem diversas funcionalidades em troca de uma mensalidade, sem criar a relação de armazenamento de dados com o preço final.
  5. Segurança: a segurança dos dados fica sob responsabilidade do fornecedor. Os backups dos softwares de gestão em saúde na nuvem são feitos automaticamente e os dados são disponibilizados em servidores virtuais. Caso um falhe, outro assume o lugar e você não perde nenhuma informação.
  6. Implementação e integração: menor tempo de implementação e facilidade de atualização. A implementação do software local também exige uma equipe de TI local, um custo adicional para sua clínica. O suporte aos usuários durante e após o período de implementação da ferramenta pode ou não fazer parte do pacote comprado. Um software na nuvem, por sua vez, não precisa de servidores, tampouco ser instalado em cada máquina. Ele fica na nuvem, isto é, em servidores virtuais hospedados na internet.

Desvantagens:

  1. dependência da internet: alguns sistemas em nuvem podem trabalhar de forma limitada em caso de queda do link de acesso a internet.

 

Software local:

Vantagens:

  1.  possibilidade de personalizar o sistema;
  2.  a segurança de dados fica sob responsabilidade da empresa (se a sua equipe não for qualificada ou se sua empresa não tiver os recursos de hardware e software necessários, se torna uma desvantagem).

Desvantagens:

  1.  custos imprevisíveis ao longo do tempo;
  2.  custos com equipe de TI;
  3.  dificuldades de atualizar o sistema para novas versões;
  4. as personalizações podem gerar atrasos.

 

É preciso analisar cuidadosamente as opções e escolher uma empresa especialista em soluções para a tecnologia da informação em saúde.

O Lifeone, possui 4 versões: Clínica geral e especialidades, laboratório, diagnóstico por imagem e hospital. Todas as versões trazem mais eficiência operacional, qualidade, segurança e melhor experiência para a unidade de saúde e seus pacientes.

Quer saber mais ou investir em um software de gestão em saúde? Entre em contato com a nossa equipe e siga nossas redes sociais!