Gestão de sucesso na saúde: conheça os 3 principais pilares para obtê-la
01/12/2021
Como melhorar indicadores de uma rede de clínicas com a tecnologia
01/12/2021

Por que atualizações devem ser constantes no HIS, CIS, LIS e RIS?

Tecnologias seguras e com atualizações constantes são responsáveis pela solução de importantes variáveis na gestão de saúde. Com ferramentas como o HIS, CIS, LIS e RIS, as unidades podem aumentar sua lucratividade, eficiência e garantir uma melhor experiência do paciente.

Essas, entre outras variáveis, nos permitem afirmar que a tecnologia influencia diretamente nos rendimentos do setor. Por isso, a última coisa que um gestor de saúde deseja é ter algum tipo de problema com as ferramentas tecnológicas.

Uma das maneiras que a instituição de saúde tem para se prevenir de problemas com ferramentas tecnológicas é fazer uma boa escolha da solução utilizada – seja ela HIS, CIS, LIS e RIS. É preciso pensar nas atualizações que o mesmo apresenta, tanto de segurança quanto de usabilidade.

Qual o objetivo das atualizações?

Primeiro, é importante se perguntar o porquê da existência de atualizações. Elas existem para remover quaisquer vulnerabilidades de código na programação, garantindo a segurança do sistema. Atualizações também são úteis para incorporar novas legislações e normas à interface, bem como recursos de usabilidade.

Na questão de segurança e legislação, cabe ressaltar que uma nova norma está à espreita – a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). Suas disposições afetam as unidades de saúde em diversos âmbitos, que vão da coleta, tratamento e descarte de dados, seja dos pacientes e dos funcionários.

Preparamos um e-book sobre o assunto para que você entenda como a LGPD vai afetar a sua clínica. Clique no botão abaixo para acessar o conteúdo gratuito.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR CONTEÚDO

Dessa forma, o objetivo das atualizações é manter a solução sempre à frente, segura e adequada para o uso. Para isso, existe uma constância ideal de atualizações. Continue a leitura do artigo para saber mais.

Qual a constância ideal?

constância ideal de atualizações vai depender, principalmente, da capacidade da equipe de desenvolvimento do software. Quanto mais capacitado for o time, mais rápido as inovações chegam ao consumidor final.

É claro que atualizações incessantes, com poucos dias ou semanas de intervalo de tempo indicam mais a existência de uma vulnerabilidade do que força e rapidez. Mas uma constância importante a se verificar é se as certificações exigidas para cada uma das legislações fiscalizadoras estão presentes.

Por isso não é possível precisar o tempo ideal em números entre uma mudança e outra. O que se pode dizer, todavia, é que as atualizações devem estar disponíveis ao HIS, CIS, LIS e RIS tão logo surjam novos paradigmas, regras e normas.

Assim, a unidade de saúde pode estar sempre à frente, atuando com segurança e mais eficiência.

Lifeone: solução sempre à frente

O Lifeone é uma solução completa com módulos escaláveis para os mais diversos tipos de unidade de saúde. O Lifeone apresenta versões para clínica, hospital, laboratório, diagnóstico por imagem, consultório, entre outros.

Além disso, a solução está sempre atualiza e em conformidade com as principais disposições legais, para que seu negócio flua sem complicações. Para descobrir o que o Lifeone pode fazer por sua empresa, agende uma apresentação do software.

E, se você tem interesse em conteúdos relacionados a este artigo, continue lendo nosso blog.